sexta-feira, 2 de abril de 2010

INVICTUS


NOTA: 8.
"E eu agradeço a Deus, por minha alma inconquistada, sou mestre do meu destino, capitão da minha alma." Mandela, recitando o poema que dá nome ao filme.

Depois de ver o filme, a maioria deve pensar que a escolha do diretor Clint Eastwood para este filme é no mínimo inusitada. Acostumado a contar histórias de vingança, aqui ele conta uma história de superação através do esporte que ajudou a unir uma nação. Mandela, mesmo depois de sair da prisão, não tem esse instinto de vingança. Diferente de muitas pessoas que trabalham para ele.
A história começa logo depois da eleição de Mandela. O país se encontra totalmente dividido entre negros e brancos. Se antes os negros não estavam satisfeitos com a presidência, agora são os brancos que não estão satisfeitos. Um treinador de rúgbi declara a seus atletas, todos brancos, que o país está largado aos cães enquanto do outro lado da rua, num campo de terra batido, a outra parte da população comemora a eleição de "um deles".
Caminhando na rua, Mandela lê no jornal acima de uma foto dele: "Ele pode vencer uma eleição, mas poderá governar um país?". "Uma pergunta pertinente.", ele diz. Mandela deve governar um país cuja uma parte da população não o quer lá. Essa é a sua principal preocupação, não por conta da sua imagem ou de sua popularidade, mas porque aquilo mostra a desunião de seu país. Antes de tudo ele quer uma única nação.
Para isso ele conta com a ajuda do capitão do time, Pienaar, que serve como intermediador entre os desejos de seus comandados e do presidente. Mandela chega a entregar para o capitão, um poema chamado Invictus, que o ajudou a enfrentar todos os anos que passou na prisão. Então a África do Sul passa de um time desacreditado que chegou a final do campeonato mundial para disputar contra um time tido como muito superior.
Claro que no final, o filme fica entregue aos jogos, o que é uma pena. Quer dizer, estamos falando de um personagem praticamente mítico, que é Mandela. Praticamente um santo. Passou 27 anos na prisão e saiu para liderar o país que o aprisionou. O que ele faz? Lidera o país com uma igualdade que chega a assustar. Realmente, Morgan Freeman era o homem certo para esse papel. Ele transmite uma paz e tranquilidade que saem da tela.
Esse é o único porém do filme. Estamos diante de uma situação que podia ser o suicídio político desse homem maravilhoso, e temos que aguentar um jogo desinteressante. Preferia mais Mandela e menos rúgbi, mas ainda assim é um bom filme de assistir.

46 comentários:

  1. Oi, Davidson, tudo bem? Você tem razão, minhas opiniões não seguem um curso lógico... hehehehe... Isso se deve ao fato de eu não ser uma especialista em cinema, nem uma crítica de fato. Mas desejo ser muito, mas muito mesmo, e há muito tempo. Só que por força das circunstâncias, não pude me especializar. Minhas críticas, na verdade, são mais baseadas em minha opinião pessoal de público do que de crítica mesmo. Tento me espelhar em alguns críticos, como a Isabela Boscov, por exemplo, mas o resultado sai sempre diferente... hehehehe... Meu e-mail é jnl.marciadenardi@gmail.com. Vou esperar seu e-mail para conversarmos melhor. Um abraço!

    Márcia Denardi

    ResponderExcluir
  2. Oie! Olha que acaso do destino: Uns dias atrás li artigo sobre esse filme redigido por William Douglas (O bambambam dos concursos públicos - sou estudante de direito). Escrevi um artigo sobre ele - ainda sem assisti-lo - para postar no meu blog (fiquei encantada com o poema). Hj, procurando uma resenha sobre outro filme - O leitor - achei seu blog e adorei o comentário sobre Invictus (que agora definitivamente preciso assistir). Estou se seguindo! =) www.resolvase.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. ...Gostei desse filme e concordo com a nota.

    ResponderExcluir
  4. eu adorei esse filme eu o vi na escola e no inicio achei q era só ma shistória besta mas depois fui me identificando com a história e me colocando no lugar da aquelas pessoas!
    amei a sua nota

    ResponderExcluir
  5. Obrigado pelos comentários.
    Espero que continuem acompanhando.

    ResponderExcluir
  6. oi preciso de ajuda minha professora passou esse filme e agora tenho q faser uma resenha se poderem me ajuda fikou grata com a ajuda
    me manda por email quem pode me ajuda
    natacha_aguia@hotmail.com esse é meu amail

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Amei me ajudou muito!

    ResponderExcluir
  10. De nada, Suelen.

    E de nada, anônimo.

    ResponderExcluir
  11. 0iii eoo preciso fazer um trabalho de escola ( sacoo)¨¬¬ e tenho que assistir 3 filmes: mandela, hotel ruanda e invictus e comparar com um capitulo da minha apostila,ja assisti os dois primeiros vou assistir invictus hoje e essa resenha me ajudou bastante muitoo obrigado
    bjoo ate

    ResponderExcluir
  12. Oii tudo bem?
    amei esse resumo do filme
    estou fazendo um trabalho de escola e eu preciso saber dos pontos negativos desse filme, pode me ajudar?
    beijo!

    ResponderExcluir
  13. Basicamente o que considero um problema é o que citei no último parágrafo.
    Esperava var mais de Mandela e menos de Rugby, que além de tudo é um esporte chatíssimo. O mais interessante do filme deveria ser a vida de Mandela, e ele não deveria dvidir a tela com um capitão de um time.
    O capitão do time mal tem lugar na história.

    Desculpe por não poder ajudar mais, mas já tem tempo que assisti o filme.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mas o filme fala naum só do Nelson Mandela......e da para perceber....o filme é mais focado na parte do Rugby
      minha professora falou q tem alguns filmes do mandela

      Excluir
    2. Ainda assim, gostaria de ver mais Mandela.

      Excluir
  14. De fato o filme foca o esporte e nos deixa com um sabor que "quero mais" sobre a vida de Mandela, mas temos que entender que as mensagens foram passadas e colocadas em pratica no campeonato de rugby, na minha opnião um esporte chato, mas um esporte que prendeu uma nação e foi referência estratégia para o ínicio de uma união. Acredito que não teria como colocar o esporte em segundo plano, já que a mensagem estava sendo passada atravéz dele. Mandela não precisou de muito pra ter tamanho destaque, suas atitudes interpretadas por Morgam Freeman ganharam destaque por si só e, até essa "falta" de Mandela no filme desperta o desejo de saber mais sobre esse homem tão visionário.

    ResponderExcluir
  15. Não concordo muito.
    Podia-se mencionar o esporte sem mostrá-lo.
    E com isso, mais Mandela.
    rs

    Abraço

    ResponderExcluir
  16. assistir este filme na escola e gostei muito. serve de lição para todos que cometem erros.
    todos devemos ser perdoados. todos devemos ter outra chance!! isso é importante!!!
    #patricia santos#

    ResponderExcluir
  17. Tenho minhas dúvidas se todos merecem ser perdoados e terem uma segunda chance, mas...

    ResponderExcluir
  18. no começo eu naum gostei mais depois qe assisti mais vezes começei a me identificar batante ... bkjs

    ResponderExcluir
  19. Se não gostou, por que assistiu mais vezes?
    rs

    Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Eu gostei do jogo, ele movimentou toda uma nação.
    Eu estava torcendo por Mandela, não queria vê-lo triste caso o time perdesse.

    ResponderExcluir
  21. Minha avó gostou muito desse filme.
    Mas eu adorei. Meu pai Hiper adorou. E minha mãe Super Hiper Extra infinitamente adorou.

    ResponderExcluir
  22. Anônimo 1:
    Concordo que mobilizou uma nação, mas para mim é um jogo pouco interessante. Tanto que praticamente inexiste por aqui.

    Anônimo 2:
    Sua mãe deve ter gostado mesmo...

    ResponderExcluir
  23. o filme é ótimo!!!
    é uma pena que vc ache o jogo desinteressante...
    desde que comecei a jogar rugby esse esporte é, na minha concepção, o melhor que existe...
    bjs

    ResponderExcluir
  24. Realmente é um esporte que gosto pouco.
    Assim como a maior parte do Brasil.

    E mesmo se fosse um esporte universal, ainda queria ver mais de Mandela do que os jogos.

    ResponderExcluir
  25. Acabei de receber uns comentários de uma professora citicando este blog, então acho melhor dizer que pode não ser uma boa idéia você o usar como referência.
    Pelo visto não sou muito querido por educadores.
    Já as respostas de todas as perguntas, você pode encontrar vendo o filme e pesquisando sobre os assuntos.
    Em geral, o wikipedia pode ser uma boa fonte de consulta.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  26. Oi sou a Fran de Cuiabá MT

    Gostei muito do filme e de sua resenha

    Faço o curso de Letras na UFMT e um professor solicitou que fizéssemos um trabalho sobre filmes de educação,mas como acho isso um saco resolvi ser criativa e fazer sobre o Invictus e suas idéias principais que é a motivação,união e preconceito.

    Espero que ele goste!!!

    Valeu

    ResponderExcluir
  27. Oi minha professora me mando olhar esse filme e fazer uma resenha!!aff
    se poder me ajudar ??
    felipe88tst@hotmail.com

    ResponderExcluir
  28. Já fui criticado por professoras.

    Melhor não me usar como base já que não sou o preferidos delas.
    rs

    ResponderExcluir
  29. Oiie
    tenho perguntaas desse filme para responder voce pode me ajudar??

    ResponderExcluir
  30. gostei da resenha. vo fugir um pouco do assunto mas adoro rugby e futebol americano, porem cada um tem seu esporte favorito. abrçs

    ResponderExcluir
  31. Thaamý_Saantos,
    Depende das perguntas.
    Mande aí e a gente vê.

    Anônimo,
    Exatamente.
    Cada um tem seu esporte.
    Rugby não é o meu.
    rs
    Mas valeu por participar do bate-papo.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  32. Obrigado, muito, muito, muito mesmo estava precisando de fazer um resumo sobre este filme na escola mas eu não prestei muita atenção, e agora eu estou salvo de tirar um zero, amo-te.

    ResponderExcluir
  33. Toma cuidado que teve uma professora reclamando aqui de mim.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  34. gostei do site mt bom era o que eu queria

    ResponderExcluir
  35. eu tbm nao prestei a tençao na aula ai agora vo tira 10 eu espero sz :D

    ResponderExcluir
  36. O filme não fala muito de Mandela pelo simples fato de que a temática do filme é mandela e o Rúgbi, o resumo ficou otimo, mas Ali não se tratava da história de Nelson é tanto que o filme se inicia depois da eleição de Mandela, antes disso tem muita coisa, pra Ver a História de Mandela assista Mandela-A Luta pela liberdade, aí é a História da Luta de Mandela.

    ResponderExcluir
  37. Adorei o Filme!
    Admiro gestores expressivos!
    Sou Jogador de Rugby!
    Muito Show!

    ResponderExcluir
  38. Sinto muito discordar de vc meu caro, mas penso que o esporte mostrado no filme não é desinteressante como vc citou, haja vista que o rugby é a modalidade esporte mais disciplinadora que conhecemos. Importante observar que tudo isso só foi possível graças à manobra política e humana do sábio Nelson Mandela que se utilizou de um esporte até então elitista para acabar com as diferenças entre negros e brancos. Portanto, o esporte foi peça fundamental para todo o desenvolvimento da história do filme e consequentemente para o fim da segregação racial na África do Sul.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...